segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

Sentir você

Sentir você
 
Sobre o sentir é claro que eu te sinto....
Sinto-a até na melodia de uma música invisível,
que é audível só para mim.
Eu te sinto, eu te vivo, eu te respiro ainda,
mas confesso ter medo de voltar no caminho
onde tudo terminou.
Lá, ficou um silêncio absurdo que me dá medo,
que insiste em fazer-me relembrar o teu rosto 
E ver os teus olhos impiedosos me olhando
                                          sem nada me dizer apenas se afastando.                                            
Deixando-me abraçado com um vazio que eu não queria.
Então a música se calou de repente e naquele momento 
a minha voz emudeceu.
Você não estava mais ali e eu ainda te queria demais
-Tudo se fez silêncio. Neste silêncio tão meu,
eu grito o teu nome mas a minha voz se perde
não sei se na garganta ou no céu da boca, não sai.
Uma lágrima solitária cai, vejo você partindo.
Deixo cair lentamente, a flor de maio azul
que eu havia colhido para você.
vejo-a aos poucos sumindo no caminho,
fico te olhando num silêncio total, quase mortal.
 
______Joe Luigi

4 comentários:

  1. "A poesia se fez depois da melodia.
    As palavras bem colocadas se fundiram.
    O amor desabrochou como as flores azuis de maio,
    e, com um afago penetrante, teus olhos me cativaram.
    Trouxeram de volta, todo amor que por ti, foi declarado!"

    Voltei...sdds de teu espaço...de tuas palavras e de teu abraço!
    Bjos

    ResponderExcluir
  2. Joe,
    Nossa tudo tão lindo por aqui.

    Parabéns
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Oi Simone, desculpe demorar responder.
    Fico feliz que tenha voltado ao meu cantinho, bjs

    ResponderExcluir
  4. Bandys, grato por vir e comentar.Bjs

    ResponderExcluir