sábado, 23 de janeiro de 2010

Paz de meu amor...


Tem dias em que me sinto muito carente
hoje estou como um menino-passarinho,
frágil e totamente dependente de você.
Hoje, eu preciso descansar no teu corpo
Vem, dê-me teu ombro, deixa que eu durma.

Nada precisas dizer, só me acolha em você
e perderei todos os meus medos no teu abraço
encontrarei a paz que preciso, ela está em ti.

Te amo!
Em ti encontrei meu tudo, meu amor, acalanto
minha metade e meu mundo colorido.
Você é a paz do meu amor.

(Joe Luigi)

Um comentário:

  1. Simplesmente lindo poeta.
    Parabéns!!!
    Forte Abraço.

    ResponderExcluir