quarta-feira, 5 de outubro de 2016

Teu cheiro

Teu cheiro_ 

Busco-a em tudo que tenha o teu cheiro
entre o amor e a razão, entre a paixão
e o AMAR.
Te busco nos versos dos meus poemas,
nesta música que ouço agora, neste toque 
elegante do piano ... 
onde eu escuto sentimentos como palavras
sussurradas, sopradas, em meus ouvidos
como se fossem uma brisa de vento.
Brisa amorosa recheada de palavras amáveis
as quais estou ansioso para ouvir e tu calas,
nada fala e eu sei que queres chamar-me.
Como eu, me queres ao teu lado mais que
muito.
Num abraço apertado, num entrelaçar de dedos,
num encaixe perfeito que existe em nós.
Nos amamos, somos o côncavo e o convexo,
que por bobeiras sem nexo se ausentam 
um do outro.
Porque fazemos isto, talvez por orgulho tolo,
nada mais.


_______Joe Luigi
© Direitos reservados
conforme artigo (Lei 9610/98).

Abrace-me

Abrace-me  _

Abraça-me e vou tentar descansar a alma
sonhar e esvoaçar a ladeira do céu ...
Sentir o amor adentrando em mim de mansinho
como pedaços de sonhos sendo desembrulhados
dos fragmentos de poemas meus ...
Onde, ternamente outrora os embrulhei,
guardei-os como se fosse parte de ti presente
eu precisava adormecer minha mente
descansar um pouco deste amor eloquente
de você.
Hoje, o despertar de uma nova manhã dá-me
a chance de pensar tudo diferente. 
As chuvas de Outubro molham minha alma
agora renovada.
Significando que sou amado e que é 
tão simples ser Feliz.
Basta apenas que abrace-me, simples assim.

___ Joe Luigi
© Direitos reservados
conforme artigo (Lei 9610/98).

Janela

Janela_ 

Pela vidraça observo as àrvores da minha rua 
sem perceber deixo me levar por lembranças.
E foi num caminhar da outrora aquecida 
num vento esvoaçante. 
Que a rua se espalhou folhas inebriadas ...
Brisa delicada, traz com ela o aroma das flores
que aos poucos renascem ainda pálidas
É quando a vida faz novamente sentido 
é outubro outra vez em mim.
Foi numa manhã ensolarada que a vi
pela primeira vez.
E nasceste com as flores cálidas em minha vida.
Vieste vestida de sorrisos, te olhei e sorri também.
Agora, olhando pela vidraça observando as árvores,
recordo exatamente o instante em que a gente
se enamorou.
Respiro fundo e sinto novamente o mesmo perfume
nas árvores da minha rua, nas flores que renascem. 
Sorrio, (re) vejo o meu AMOR.

PS: A minha rua, ainda tem algumas folhas caindo 
e dias passando bem de m a n s i n h o.
Os dias, adoram ler o meu pensar em ti.

______ Joe Luigi
© Direitos reservados
conforme artigo (Lei 9610/98).

quinta-feira, 22 de setembro de 2016

Surpreenda-me

Surpreenda-me_


Surpreenda-me com um sorriso
com um olhar de olhos nos olhos,
com um beijo daqueles molhados
tire-me o fôlego se possível for.

Mas surpreenda -me.

Tire-me desta saudade ... 
Eu estou perdido em meus sonhos
que afagam as nuvens 
e respiro de quando em quando ... 
Buscando pelo teu respirar.

Surpreenda-me.

              ____Joe Luigi

© Direitos reservados
conforme artigo (Lei 9610/98).

segunda-feira, 12 de setembro de 2016

Pensava em ti

Pensava em ti -                                      

No momento pensava em ti
eu tive certeza que te amava.
Foi quando peguei-me tateando
o vazio de você em mim
e quis encontrar em teus olhos
um sorriso sem o achar.
Então percebi que esqueci-me 
de aprender esquecer-te ...
Que eu não aprendi ficar sem você.
Abracei as memórias distantes,
devaneei ...
As palavras de amor saem 
quase sussurradas
A saudade faz com que eu ouça
o silêncio dos meus pensamentos ...
Imagino-te vestida com a minha camisa azul
vindo ao meu encontro apertando-me
em seus braços e aos poucos,vagarosamente,
mostra-me que o amor tem cores, em formas
diferentes.
Então eu sei que te amo demais,
Que amar você, é te sonhar acordado 
e contigo adormecer, não tem jeito.
Psiu, te amo e amo demais.
Espere-me voltar.

_ Joe Luigi
© Direitos reservados
conforme artigo (Lei 9610/98)

quarta-feira, 7 de setembro de 2016

Desencontros

Desencontros _

Diga-me onde você está quando a procuro 
e eu venho buscar o teu sorriso
Sei que pergunta o mesmo para mim.
Há tanto desencontros entre nós.
E nós dois deixamos tudo pela metade ...
Sorrisos, sonhos, beijos, não sabemos esperar.
E agora temos pressa de estarmos juntos,
mas só há desencontros.
O tempo não nos ajuda e pelo contrário,
para, os ponteiros emperram-se...
Queríamos que fosse para sempre, um eterno
simples assim. 
Como um sopro, um simples sopro do vento 
e tudo ficasse bem. Mas não é !
Então, só nos encontramos nas letras de canções
e já não nos basta pois são...
São melodias do céu dentro das nossas almas,
são ventos que sopram e doem dentro de nós.

_______ Joe Luigi
© Direitos reservados
conforme artigo (Lei 9610/98)

Aquele amor

Aquele Amor__


Nos amávamos com um amor bonito   
assim como quem nunca tem pressa.
Sem nenhum compromisso, sem lenços
e sem documentos, queríamos apenas
AMAR.
Nosso lugar preferido era a praia, 
o céu e o mar.
Éramos apenas nós dois que habitava
o planeta e daí se existisse vida lá fora
além de nós dois.
Creio ter sido um amor escrito nas areias,  
Que as ondas impiedosas levaram de nós.
Ou talvez apenas um sonho, vai saber.       
Quando nem soubemos ler os silêncios 
de quem amamos, as emoções deixadas
livres...Soltas aí pelo ar.

_____ Joe Luigi
© Direitos reservados
conforme artigo (Lei 9610/98).