sexta-feira, 20 de agosto de 2010

Por você...






Por você...

Por você,
Eu falei com o meu silêncio e eu o cambati
Com você nos braços eu chorei a tua ausência
Chorei com medo de perde-la, quando te beijava
Em silêncio quando orava, os teus olhos eu sonhei.

Conversei com deuses do olimpo nas montanhas
Pedi ajuda à eles para nunca, jamais perde-la
Caminhei por estradas desconhecidas e perigosas
Buscando a flor azul de maio para agradá- la.

É amor demais eu sei!
Mas o medo de perde-te me apavora
Porque eu seria incompleto sem você
E incompleto fatalmente morreria.


Joe Luigi

Um comentário:

  1. As vezes tanto amor dá medo. Quando ele vai embora, nossa alma vai junto.
    Bjux

    ResponderExcluir